Porque batemos palmas?


Bater palmas tem uma origem um tanto quanto obscura, mas existem registros de que os aplausos foram mencionados em diversas escrituras á mais de 3 mil anos atrás. A probabilidade maior e mais plausível é que tenha nascido em rituais pagãos, onde se acreditava que o som servia para atrair a atenção dos deuses. Então o teatro grego puxou o costume, fazendo com que a platéia aplaudisse para chamar a atenção dos deuses.

Ai os aplausos se tornaram virais! Os políticos então começaram a querer o mesmo prestígio das palmas em seus discursos. O famoso Nero contratava uma legião com mais de 5 mil pessoas, só para garantir os aplausos em suas aparições públicas. Foi ai que se popularizou os aplausos; uma forma de manifestação de respeito a quem se apresenta.
Mas há outras hipóteses que são menos prováveis, porém muito interessantes:

1 - Os aplausos nasceram ainda na idade da pedra, quando nossos ancestrais, para comemorar uma boa caçada, eles BATIAM AS CABEÇAS (que doido não? o.o). Com o tempo depois de muitos hematomas o costume foi substituído pelo bater as palmas. O povo da idade da pedra eram meio masoquistas. Pois oque eu aprendi e vi sobre eles é mais para isso. Povo doido rsrsrs, eu heim!

2 - Ainda derivado da idade da pedra, o aplauso seria uma adaptação do som de pedras batendo: uma forma encontrada pelos nossos ancestrais de fazer barulho para festejar.

3 - Na Grécia antiga, no caso de empate em combates, os guerreiros eram obrigados a darem cabeçadas um no outro para ver quem resistia. A platéia estimulava simulando o choque das cabeças dos concorrentes com as próprias mãos.

Por isso em aniversários e finais de palestras surgem os aplausos. Entenderam? Eu espero que sim

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como desmaiar sozinho

10 frases da Dilma que estamos tentando entender até agora